Caros leitores,

A série “Como Fazer um Cronograma” mostra passo-a-passo o processo de estruturação, construção e gerenciamento de cronogramas de projetos. O cronograma é uma ferramenta fundamental para o trabalho de gestão, pois agrega várias visões de tempo, recursos humanos, materiais e até até custos.

Série: Como fazer um Cronograma

Leitura recomendada:

Saiba um pouco mais sobre cada área de conhecimento da Gestão de Projetos:

Se você procura um treinamento completo, acesse meu treinamentos online de MS-Project,  é o mais completo do mercado, com 5 horas de vídeo-aulas abordando conceitos e guias de como fazer.

Espero ter ajudado!

Eli Rodrigues

There are 19 comments for this article
  1. Pingback: Como fazer um cronograma « Liderança e Gestão de Projetos
  2. Pingback: 5 erros que você não pode cometer no gerenciamento de mudanças « Liderança e Gestão de Projetos
  3. Pingback: Como apresentar um projeto « Liderança e Gestão de Projetos
  4. Pingback: Porque o Gerenciamento de Projetos não se resume ao MS-Project « Liderança e Gestão de Projetos
  5. Pingback: Como fazer um Cronograma - Dimensão Tech
  6. Pingback: Guia para o Planejamento de Projetos « Gestão de Projetos
  7. Pingback: Guia para o Monitoramento de Projetos « Gestão de Projetos
  8. Pingback: Portal Barrabin Barrabash
  9. Adriano fagundes at 08:36

    Estou fazendo o terceiro módulo de eletrotécnica e meu professor da matéria PTCC,planejamento do trabalho de conclusão de curso pediu que fizéssemos um cronograma do tema que apresentamos, um painel de comandos elétricos que iria comandar um motor, não especificamos a finalidade desse motor, mas vamos considerar que seja um motor de bomba d’aguá. O que eu tenho que considerar são as datas, que são 10/02 apresentação das turmas, 24/02 definição do tema e entrega do cronograma, 31/03 entrega pesquisa bibliografia, 12/05 entrega do esboço monografia e ante-projeto, 19/05 revisão monografia e ante-projeto e 12/06 apresentação. Nesse cronograma é preciso: item, descrição, duração, dependência, inicio e fim. Por favor lhe peço sua ajuda pois estou com algumas dúvidas referente a este trabalho, pois tivemos poucas aulas e as poucas que tivemos o nosso professor não foi muito claro em suas explicações, desde já fico muito grato pela atenção e estarei a disposição em que poderei ser útil.

  10. Idio Altmann at 18:26

    Eli Rodrigues, parabéns, pelo material apresentado. Estou fazendo um curso de MBA em Gerenciamento de Projetos, e as dicas de construção de cronograma no Msproject, agregaram muito no meu aprendizado na disciplina de Gerenciamento do Tempo do Projeto.

  11. LUIZ ALDO LEITE DAS NEVES at 12:21

    Gostaria de saber como faço a abordagem com os envolvidos no projeto, uma vez que os mesmos não possuem conhecimento em gerenciamento de projetos, pois trabalham diretamente na execução, ficando difícil fazer o detalhamento de cada meta e mesmo o gerente do setor também não consegue por muitas vezes distinguir o que é projeto e o que é atividade, apesar de ter sido explicado.

    • Eli Rodrigues Author at 18:08

      Luiz,
      A solução que tenho utilizado é adicionar 1 dia para um treinamento de gerenciamento de projetos, quando são alinhados os conceitos e acertado o modelo de trabalho.
      Eli

  12. Rinaldo at 11:51

    Eli, bom dia. Tenho instalado o Office 2010, mas instalei depois o Project 2016.
    Estou tentando gerar um relatorio gráfico diretamente em excel a partir do meu cronograma, mas dá “erro desconhecido”. É preciso estar as duas versões iguais (Office e Project)?
    Outra coisa: é possível atualizar os custos/recursos com as tabelas SINAPI?
    Abraços;

    • Eli Rodrigues Author at 09:42

      Oi Rinaldo,

      Nunca vi a obrigatoriedade de ter a mesma versão para os dois, mas já que está fazendo um relatório direto no excel, talvez seja o caso. No entanto, a partir do MS-Project 2010 há recursos fantásticos para geração de relatórios, não necessitando usar o Excel. Já viu algum material sobre isso?

      Sobre tabelas de custos, você pode atualizar na seção “Planilha de Recursos”, imputando os custos por hora ou por quantidade dos recursos que for utilizar.

      Eli

Deixe seu comentário