Como apresentar um projeto

Como apresentar um projeto

Este post faz parte da série: Como gerenciar a comunicação de um projeto

Leia também: Como fazer um plano de projeto (completo com exemplos e template)

Leia mais: Dicas importantes para apresentar um projeto


Apresentar, elaborar, submeter, propor ou vender um projeto é o ato de divulgar informações como propósito, benefícios e rentabilidade,  com o intuito de obter apoio financeiro, político ou social para sua realização.

A apresentação é feita por um proponente (empresa, departamento ou indivíduo) a um patrocinador, que verificará segundo seus critérios de avaliação a concessão ou não do apoio solicitado. O patrocinador pode ser um executivo, investidor, comitê, instituição financeira ou agência de fomento, como BNDES, FINEP, FAPESP etc.

Projetos também podem ser apresentados dentro da empresa, a um departamento ou comitê, apresentando: Proposta de patente, Mudanças de processo, Melhorias de produtos, Idéia de Negócio, etc.

Um fator realmente motivador para a elaboração de projetos é o volume de recursos disponibilizado pelas fomentadoras ligadas ao Governo, principalmente na área de Pesquisa e Desenvolvimento. A FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos, ligada ao Ministério de Ciência e Tecnologia) disponibilizou um orçamento de 6 bilhões de reais para distribuir à 120 projetos de Pesquisa e Desenvolvimento [1]. Já o BNDES, uma verba de 4.8 bilhões de reais somente para investimentos na Copa de 2014 [2] e 4.6 bilhões para projetos de inovação [3].Existem outros órgãos de desenvolvimento regional, como a FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e a FAPEAM (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas). E ainda, associações específicas, como a ANPEC (Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia), com verbas de até 18 mil reais por pesquisa na área de Desenvolvimento Econômico [4].

No entanto, boa parte deste volume financeiro fica parado nas agências, por falta de projetos dentro dos padrões de qualidade estabelecidos. A exemplo, somente 133 milhões dos 4.8 bilhões disponibilizados pelo BNDE para projetos da Copa foram utilizados até agora[2], realmente inacreditável!

Este post contém dois cases de projetos que participei (quadros laterais), um modelo de apresentação de projetos, recomendações e links para os as principais agências de fomento do País.

Como apresentar um projeto

Existem várias formas para apresentação de projetos, algumas sucintas e outras mais detalhadas: As mais sucintas geralmente servem para “vender a idéia”, seja no formato de resumos, palestras ou apresentações públicas. Já as mais detalhadas servem para seleção de projetos através de análise de viabilidade, retorno de investimento, enquadramento em editais ou identificação do grau de interesse para o patrocinador.

Seja qual for o formato, o Documento de Apresentação deve conter dados que dêem subsídio a tomada de decisão, às vezes com análises em alto nível, pesquisas de mercado, resultados de estudos e até protótipos..

A estrutura comum entre os principais Modelos de Apresentação de Projetos [7][8][9] contém os dados abaixo:

  1. Título do Projeto
    Nomeia o projeto
  2. Área/Tema
    Define a área de atuação, como: Tecnologia, Economia, Saúde etc.
  3. Resumo publicável
    Resume o escopo e o propósito do projeto
  4. Justificativa
    Descreve os motivos pelos quais o projeto foi criado. Geralmente para resolver um problema, atender uma necessidade ou aproveitar uma oportunidade de negócio.
  5. Objetivo
    Descreve os objetivos que o projeto pretende alcançar. Ex: Aumento da qualidade de vida da população refugiada na região da Angola, satisfazendo as necessidades básicas de 50 mil pessoas.
  6. Vantagens competitivas
    Descreve as vantagens competitivas, ou seja, convence o patrocinador de porque este projeto é melhor que os outros.
  7. Escopo do projeto/produto
    Define as características do Produto ou Serviço a ser construído, alterado, melhorado. E delimita a atuação do projeto, definindo o que será feito e o que não será feito.
  8. Premissas, Restrições
    Premissas são pressuposições para a execução do projeto. Ex: Supondo que a verba estará disponível a partir do dia 1 de janeiro, terminaremos o projeto no dia 31 de dezembro.
    Restrições são situações que limitam a execução do projeto. Ex; Prazo, custo, acesso restrito, janelas de interrupção de operações.
  9. Descrição da metodologia
    Descreve como o projeto será realizado. Ex: Será feito um estudo de viabilidade do material, depois um teste de campo. Em seguida, serão produzidos 100 protótipos que serão utilizados por 3 meses.
  10. Organização do projeto
    Define que departamentos ou empresas participarão do projeto e qual a relação (geralmente de subordinação) entre elas. Neste ponto, se for necessário, pode-se incluir uma “matriz de direitos de decisão”, também conhecida como Tabela RACI.
  11. Equipe
    – Nome ou função
    – Vínculo (empregado, consultor, empresa participante)
    _Responsabilidades
    – Mini CV ou Perfil
    – Justificativa (para a participação do profissional)
  12. Macro-atividades
    Define os grandes agrupamentos de atividades do projeto. Ex: Estrutura Anaítica do Projeto. Vide “Como montar uma EAP em http://elirodrigues.com/material/gestao-de-projetos/como-fazer-uma-eap-wbs/
  13. Entregas e Critérios de aceitação
    Determina quais serão as entregas e que critérios serão utilizados para que sejam consideradas aceitas, ou finalizadas. Recomenda-se que as entregas estejam associadas às macro-atividades.
  14. Lista de Riscos
    Na fase de apresentação, apenas Identifica os principais riscos do projeto e pode incluir comentários sobre o que será feito para evitar que aconteça/se acontecer.
  15. Fontes de recursos financeiros
    Lista as fontes de recursos financeiros, valor e empresa. Ex: Os projetos financiados pela FINEP têm contrapartidas por parte da empresa beneficiada.
  16. Relação dos recursos necessários
    Lista e estima os valores para bens, serviços e investimentos necessários ao projeto.
  17. Cronograma de execução
    Define a distribuição das tarefas ao longo do tempo. Vide série “Como fazer um cronograma” em http://elirodrigues.com/material/gestao-de-projetos/serie-como-fazer-um-cronograma/
  18. Fluxo de Caixa
    Define um fluxo de caixa mostrando quais, quanto e quando os recursos serão disponibilizados e gastos.
  19. Licenciamento da tecnologia
    Define como será o licenciamento da tecnologia desenvolvida. Ex: De quem será a patente, qual será o processo de licenciamento.
  20. Análise de Viabilidade
    Apresenta dados de análise de viabilidade, podem ser resultados de pesquisas preliminares, estimativas financeiras (ROI, VP etc), sociais e econômicas.

Baixe aqui um Modelo para Apresentação de Projeto – 

Leia mais: Dicas importantes para apresentar um projeto

 

Agradecimentos especiais
Quero agradecer a Lyzandra Queiroz pela revisão dos textos do blog. Ao Luiz Christofoletti pela ajuda na criação do Modelo de Apresentação de Projeto. Ao Julio Valsesia, Francisco da Silva e Rodrigo Cia pela participação no Case Android.  Ao Antônio Marcon, Glauco Yared, Álvaro Fagner, Henry Bilby e Níbia Bezerra pela participação no Case Finep. Obrigado!

Se, após verificar os exemplos, você sentir necessidade de um apoio especializado, consulte meus portfólios de treinamentos e consultoria.

Eli Rodrigues

Posts relacionados

Links para instituições:

Bibliografia:

 

Publicado por: Eli Rodrigues, PMP, CSM

There are 11 comments for this article
  1. Makarenko Reis Jesus Oliveira at 22:16

    Caras Amigas,
    Caros Amigos,

    Paz e Bem a cada um e a cada uma!!

    O SITIO do ELI RODRIGUES e excelente!! Tem otimas dicas, subsidios e materiais que utilizamos em nossas fundamentações teorico-metodologicas!!

    Ecoabraços fraternais,

    Makarenko Reis O. de Jesus.

  2. Makarenko Reis Jesus Oliveira at 19:43

    De fato, um post bem formulado, estruturado e articulado, com um embasamento teorico e uma espetacular conectividade operacional!!

    Recomendo a leitura para aqueles que trabalham com estas ferramentas!!

    Ecoabraços,

    Makarenko Reis.

  3. Lincoln at 14:50

    Parabéns pela publicação! Achei interessante! Gostaria de saber se você tem tido experiência em submeter projetos para aprovação FAPESP? Vindo de indústrias?
    Ou tem conhecimento de pessoas ou empresas que tenham feito?

  4. carolrezendea at 20:34

    Eli, já visitei seu site uma vez (há longos meses) quando estava no início da minha graduação em Engenharia de Produção na UFG (Goiás).
    Hoje, depois de tanto ter estudado GP e Gestão de modo geral, voltei ao seu site procurando por templates para projetos.
    E estou apaixonada!! Devia ter visitado muito mais!!

    Obrigada pelo seu espírito empreendedor e altruísta, acima de tudo.
    Desejo a você muito, MUITO, sucesso em cada projeto que fizer na sua vida.
    E que você tenha muita alegria em todos os dias que viver.

    Por um Brasil assim: conectado e crescendo devido a atitudes de pessoas como você!

  5. elcy alves silvs at 21:59

    Não sou do ramo,preciso montar um projeto.pesquisando aleatoriamente,encontrei o seu blog.amei você é um gênio.obrigada por me ajudar

Deixe seu comentário