Filme: O grande desafio

O Grande Desafio é um filme emocionante sobre a luta ideológica pela Liberdade.

Liberdade para pensar, ir e vir, trabalhar e ser quem você é. O principal foco é a luta dos negros pelos Direitos Civis nos EUA durante a Grande Depressão, mas traz discussões políticas interessantes como quão dúbios podem ser os conceitos capitalistas em momentos de crises econômicas, quão prejudicial ou benéfica pode ser a segregação social e finalmente quando a desobediência civil pode ser uma arma para o bem e para o mal.

O filme mostra sempre dois pontos de vista, um positivo e outro negativo, caso contrário não seriam debates. Mas obviamente enfatiza a opinião do grupo principal do filme, que trazia pensamentos controversos para a época, que hoje são tidos como senso comum. Demonstra assim como foi iniciado o longo processo de construção da liberdade nos EUA.

Existem várias estruturas de liderança no filme, o professor revolucionário, a universidade conservacionista, o delegado, a liderança sindical e etc. Mas o que vi de mais interessante no filme foi a construção do time. O professor (Denzel Washington) inicia um processo de seleção de debatedores , que embora apareça muito rapidamente no filme, certamente levou várias sessões de testes. Em seguida começa a construir a autoconfiança e o trabalho em equipe nos alunos, com várias sessões preparatórias e métodos nem sempre muito ortodoxos. Organiza uma série de debates preliminares e a cada pequena vitória (milestone) há comemoração e acréscimo de conhecimento.

O time passa por dificuldades de relacionamento ao longo do processo, existe certa rotatividade no time principal. No entanto, o professor prepara o time em conjunto, todos com acessos as mesmas competências, o que permite a rotação sem prejuizos irreparáveis. A rotação permite o crescimento individual e o fortalecimento do time. Criam-se oportunidades temporárias.

E a lição mais curiosa do filme, que é motivo de divergência entre vários “gerentes” que conheço,  é ver o desenvolvimento de um debatedor  talentoso, mas muito instável e indisciplinado.Mas veja por você mesmo o que ele conseguirá fazer, os contratempos e o desenvolvimento deste time bem próximo da realidade das empresas.

Veja outros filmes que recomendei:

Eli Rodrigues

Publicado por: Eli Rodrigues

There are 3 comments for this article
  1. Pingback: Princípios da Liderança no filme “Planeta dos Macacos – A Origem” « Liderança e Gestão de Projetos
  2. Pingback: Filme: Recém-chegada « Liderança e Gestão de Projetos
  3. Anônimo at 18:24

    O filme relata um história fascinante sobre a questão da liderança e da gestão.